quarta-feira, 6 de maio de 2015

Dia 6 - Bruxelas - Bruges - Bruxelas

Meu irmão já tinha pesquisado como seria para chegar em Bruges. Pegaríamos um trem na Gare du Midi, que custaria uns 24 euros ida e volta. Saímos do apê perto de 10 hs da manhã e pegamos o metrô na estação Anesens em direção à Gare (só duas estações de distância).

Lá chegando, vi uma máquina de venda de tickets de trens nacionais e fui logo para não perder tempo. Selecionei o destino, o número de passagens e fui pagar com cartão (essas máquinas em Bruxelas não aceitam cédulas, só cartão ou moedas). O total tinha dado 141 euros, ou seja, mais ou menos o que meu irmão tinha visto na internet. Mas como meu irmão preferia pagar em cash, cancelei a compra e fui direto no guichê para poder pagar em dinheiro. Sábia decisão. Pedi cinco passagens de ida e volta para Bruges e a mulher disse que custariam 71 euros! Eu repeti, dizendo que eram CINCO, de IDA e VOLTA para BRUGES. Ela então me explicou que era um bilhete diferente que era preenchido à mão (origem, destino e data da viagem) e valia para 10 viagens, no nosso caso extamente o que precisávamos, 5 idas e 5 voltas. Surpresa excelente essa. Como no bilhete não vinha informação nenhuma, ficamos sem saber de qual  plataforma o trem partiria.

Perguntei num balcão de informações e me informaram qual a plataforma e que o próximo trem sairia às 10:51, ou seja, dentro de poucos minutos. Fomos até a plataforma e aguardamos uns 30 minutos, pois o trem atrasou.

A viagem foi ótima e rápida. Em menos de uma hora chegamos em Bruges. No caminho uma fiscal verificou nosso ticket.

Agora, sobre Bruges não tenho muito o que falar. A cidade é tão linda que é melhor partir logo para as (muitas) fotos. Depois das fotos tem mais historinha.

 Esperando o trem atrasado. Europa desorganizada :P




No caminho
 There I fix it. Esquentando a comida de Luiza no café :P

 Já em Bruges linda e ensolarada. Assim que descemos do trem estava chovendo muito, mas foi o tempo de dar a comida de Luiza e, ao sair, já estava esse tempo lindo








 Muitos patos para Luiza gritar PATOOOO




 Almoço delicioso, regado a Brugse Zot, cerveja local deliciosa




 Passeio de barco pelos canais de Bruges

 Nessa hora ela estava gritando o quê?
a) Patoooo
b) pepêêêê
c) mamaaa
Resposta ao final do post

 No pier esperando o barco



Dando tchau para as pessoas :)













  

 Grote Markt
 

Eu só digo uma coisa: tava muito bom, eu adoro chocolate, eu quero de novo, onde compra um conteiner disso pra despachar para Aracaju??






Tava ventando demais!! E muito frio

















 Valeu Flws! Lulu ama vocês!





 Begijhnof - Jardim das beguinas sem beguinas
Essas casas na árvore são um trabalho dos estudantes de arquitetura da Universidade de Bruges



























  Já de volta à Bruxelas.
Grande Place






Ela é a dona da bola. Parou o bate-bole desses meninos, pegou a bola e saiu. Que tal?

Ninguém mais joga aqui.
Marquei de encontrar Ana Luiza, que se formou comigo da UFS e mora em Bruxelas desde 2009.


Jantamos com ela, ela nos contou sobre peculiaridades locais e como é a vida na Bélgica. Muito bom reencontrá-la.


 Mais da Grande Place à noite




No caminho para o apê paramos numa lojinha de souvenirs e o dono nos informou que Jose Maria Aznar estava no restaurante em frente. Para quem não sabe, assim como eu que não tinha a mínima ideia de que era, ele foi o quarto presidente do governo da Espanha do período democrático posterior a 1978, exerceu o mandato entre 5 de maio de 1996 e 17 de abril de 2004, pelo Partido Popular  (fonte: Wikipédia).
 
Tive uma boa impressão das pessoas em Bruxelas. Em geral simpáticas e prestativas.

Encerramos nosso longo e fantástico passeio e fomos descansar. No dia seguinte iríamos para Amsterdam.

Resp.: a) Patooo

Um comentário:

Elza disse...

Bella uma roteirista perfeita!esquentando a comida de lulu no café foi demais, imagens lindas de tirar o fôlego, e as imagens noturnas belíssimas.Foi a b ou c, aposto que foi mamam.bjs